quinta-feira, junho 11, 2009

Lourenço Marques, Matola

«Tombe la neige» http://www.youtube.com/watch?v=7A9xWYZD55U
Aos 13 anos apaixonei-me ao som desta música piegas. Foi num baile de garagem, na Matola, durante um fim-de-semana grande em casa dos pais da minha grande amiga Ana Paula. Estava interna no colégio D. António Barroso, Lourenço Marques, a fazer o antigo 3º ano do liceu. Em Vila Cabral, onde vivíamos quando chegamos da metrópole, o ensino só ia até ao primeiro ciclo.
Ainda me lembro do nome dele. António Henrique.
Dançávamos absolutamente sós, fora do tempo e noutro espaço, como nos contos de fadas, só que em vez de nuvens cor-de-rosa à nossa volta, havia paredes de cimento cobertas com girlandas de luzes românticas e cartazes de grupos na moda. Por exemplo, Beatles.
Eu num colégio de freiras, e o meu amor à solta num país tropical. A nossa história não tinha futuro.
«Tombe la neige», e um calor de rachar.
Enviar um comentário