domingo, março 21, 2010

Vamos Limpar Portugal

Sob esta designação, estamos perante uma das iniciatias mais extraordinárias que emergiu de um punhado de gente de boa vontade, inteligência e acção criadora. O projecto limpar Portugal surgiu de uma ideia oriunda da Estónia e foi levada a sério por um grupo de amigos - Nuno Mendes, Paulo Torres e Rui Marinho -, que decidiu fazer o mesmo em Portugal. Curiosamente, nenhum deles pertencia a qualquer associação ecologista.
Cem mil pessoas, de norte a sul do país, aderiram. E no dia 20 de Março a iniciativa, que cresceu de forma avassaladora e exponencial, varreu como uma onda lixeiras clandestinas, porcaria a eito. Empresas, politicos, associações diversas, escolas, o próprio exército!, ou muito simplesmente, a sociedade civil unida neste abraço, organizaram-se a meteram mão à obra.
E que obra! Num balanço final, os voluntários -- de todas as idades e das mais diversos extractos conómicos - tiraram qualquer coisa como 50 mil toneladas de lixo dos locais mais improváveis aos mais visiveis.

Definidas na reunião da Lousã, as suas linhas orientadoras são muito simples:
«1) O Projecto LimparPortugal tem como objectivo limpar as lixeiras ilegais existentes no espaço florestal de Portugal no dia 20 de Março de 2010.
2) O Projecto LimparPortugal é um movimento cívico de pessoas em regime de voluntariado.
3) O Projecto LimparPortugal não aceita doações em dinheiro.
4) O Projecto LimparPortugal aceita e agradece doações de bens e serviços que possam contribuir para a prossecussão do seu objectivo (ex: luvas, sacos de lixo, disponibilização de transportes e/ou máquinas de remoção, etc..).
5) Como única contrapartida, o Projecto LimparPortugal permitirá a todas as pessoas e instituições que contribuam para o objectivo do mesmo, a utilização do logotipo do Projecto LimparPortugal na sua comunicação institucional, com a indicação de "Apoia o Projecto LimparPortugal".

Deixamos aqui links para seguir o Movimento, aderir a ele se quiser, ou simplesmete congratular-se pelas suas realizações:
http://www.limparportugal.org/index.php?option=com_content&view=article&id=51&Itemid=59
Enviar um comentário