sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Os crimes contra a inocência

têm de ter nova moldura penal. Uma petição está em curso - e a imprensa ficou alerta. É possivel mudar mentalidades? Sim. Mas é preciso começar por mudar e aplicar as leis. Até agora, a pedofilia é escondida debaixo do tapete, e quando chega à barra do tribunal, os juízes que nem se devem recordar que foram, uma vez, crianças, tratam com particular bonomia os predadores pedófilos. Esses que até Cristo dizia que deviam amarrar uma mó de moinho ao pescoço e atirarem-se ao mar (sim, procure nos Evangelhos... está lá.)

Penas para este horror? São mesmo penas. Tipo pluma. E quase sempre suspensas. Com admoestações ligeiras, e obrigatoriedade de passagem pela policia da zona. Ou então, gere-se o escândalo, quando as coisas chegam a este ponto, num tom de «isto é tudo uma brincadeira» e exige-se aos adultos que outrora foram crianças violadas, uma agenda «credível». Como as crianças de há 15 anos (depois prescreve, nao é verdade?) não tinham nem secretárias, nem agendas, diz-se que mentem, porque as datas das violações não coincidem com as datas dos supostos violadores. E o assunto fica arrumado.


O Público, ediçao de 10 de Fevereiro de 2012, traz noticia sobre a petição em curso. Um apelo: assinem, se estiverem de acordo.
Enviar um comentário