quinta-feira, junho 07, 2012

Em nome da bola amén

Na Ucrânia, por causa do futebol, animais abandonados são queimados vivos, cães basicamente, e foguetes com substâncias altamente tóxicas são disparados para manter o céu sem nuvens. Ambas as ações decorrem da mesma alarvidade demoníaca. Robert Heinlein escreveu, num das suas obras de ficção científica, que quando num planeta se começava a exigir bilhete de identidade, era altura  partir para o espaço à procura de outro. Eu digo que quando num mundo se atinge tanta maldade, de que este exemplo é a ponta do icebergue de horror, é altura de ir embora sem saudades.

Mas...

Eu digo: quando num mundo o horror e o intolerável são tolerados e decretados, é preciso juntar todas as vozes e todas as forças do mundo dos vivos que vivem realmente, para pôr cobro a este inferno decretado pelos sem alma e de coração morto.


Contributos:
 http://sinfoniaesol.wordpress.com/2012/06/06/na-ucrania-o-euro-nao-tem-chuva/
 http://pt.euronews.com/2012/01/26/morte-de-animais-da-origem-a-manifestacao/
 https://www.facebook.com/nunomarkl/posts/10151006908177387

Enviar um comentário