sábado, setembro 14, 2013

Querem escrever?

Escrever é difícil. Escrever dá muito trabalho. Escrever implica persistência. Insistência. Teimosia e paixão. Inconformismo. Alegrias grandes e êxtases breves. Angústia. Cansaço. Poucos proventos. Pouco reconhecimento público, e raro reconhecimento daqueles que começamos por achar serem os 'nossos pares'. Não são. Um criador é livre, não tem pares nem ímpares. É singular. Mas mesmo assim queremos tanto fazê-lo que nada nos demove?
 
É desta massa que se faz o escritor, o poeta, o pintor, o artista. Se vos prometerem facilidades, não acreditem. Acreditem apenas nos que vos mostram o caminho, quando para vós esse caminho faz sentido. Depois, estamos por nossa conta e risco. Mas se encontrarmos quem nos acompanhe nos primeiros passos vacilantes, e nos corrija o leme, e nos aponte escolhos, ensinando-nos a identificarmos portos, praias, marés, baixios, faróis, luzes de presença e mapas das estrelas já é muito.
 
Querem escrever? É por aí que vão andar. Em solidão acompanhada. Sem garantias de coisa nenhuma. A não ser a da estrela que cada um vai ter de aprender reconhecer como sua. E essa tem uma força que vale por tudo.
 
«HQ ondas de tempestade mar, céu, nuvens, chuva, chuva, um raio do farol, os elementos de luz»
 
Enviar um comentário