sexta-feira, junho 20, 2014

Moçambique, o livro, a festa





























Foi tão bonita a festa. A Bicaense a deitar por fora. A rua animada. Os múltiplos reencontros e encontros. Amigos e Amigas de sempre, de há tanto tempo, de há menos tempo, de coração sem tempo. As apresentações, a cargo de João Craveirinha e João Paulo Oliveira e Costa. E de Eduardo Boavida, as always. O envolvimento caloroso e generoso de toda a equipa da Bertrand desde que o livro, em formato final, chegou à editora, até ao seu lançamento. A presença ausente de a Mãe. A rua cheia. E o restaurante em frente, o Matchik Tchik de onde vieram os belos petiscos moçambicanos e onde acabámos a noite.

Mesmo quem não apareceu e era importante que aparecesse, esteve presente. A distancia não conta, quando se está perto.
Enviar um comentário