quarta-feira, março 22, 2017

André e a Esfera Mágica - uma opinião

A partir do final deste Março, e ao longo dos próximo três meses, tenho uma agenda bem carregada de visitas às Escolas (secundário) em todo o país, sobretudo Norte e Centro, para falar da colecção juvenil que criei e a Bertrand relançou, juntamente com um inédito. E de muito mais coisas! Nunca sei o que vai acontecer e como vai decorrer! Que saudades de dialogar com o público mais jovem.

Entretanto e pela blogosfera, estas aventuras estão a despertar muito interesse. Mais uma opinião, agora no blogue Livros de Vidro:


«Temos a dizer que os jovens ao lê-lo terão de o fazer de uma forma concentrada. Não é, apesar de tudo, um livro com uma linguagem fácil. Ou seja, embora tenha uma estrutura simples e adequada, pensamos nós, o facto é que são empregues palavras "difíceis". Se consideramos isso mau? Não. Pelo contrário.
Somos da opinião que isso obriga a que os mais novos vão tentar "descobrir" o significado das mesmas e que também, dessa forma, possam enriquecer o seu léxico e desenvolver-se.
Parece-nos uma forma mais divertida de aprender e criar estruturas mentais no que à língua portuguesa diz respeito. [...] 

Para ler tudo:

Opinião: "André e a esfera mágica" de Manuela Gonzaga

Enviar um comentário