segunda-feira, abril 01, 2013

Um abraço, apenas um abraço

 A minha nova crónica em «Tempo dos Milagres» no Boas Notícias:

«Ela pediu-me um lenço. Estava sentada no banco de um jardim, perto de um canteiro de rosas a florirem na Primavera de há um ano atrás. Procurei, mas não tinha. Andava a passear o Timóteo, pouco mais levava do que a trela e os inevitáveis saquinhos de plástico, mas houve qualquer coisa na voz dela que me fez parar para acrescentar que no quiosque, ali a dois passos, lhe dariam um guardanapo. Então, percebi que tinha os olhos cheios de lágrimas. Era tão nova. Quinze, dezasseis anos? E estava desesperada.[...]»

Para ler o resto:
Um abraço, apenas um abraço 

Enviar um comentário