sexta-feira, fevereiro 22, 2013

Tempo dos Milagres : O Jardim dos Desafectos

A minha nova nova crónica no nosso Boas Notícias:

 «Sufocada de espanto, olhava para aquele rosto de olhos fechados, as mãos cruzadas sobre o peito, o cabelo branco a emoldurar o rosto sereno, percebendo que de repente já não existia nada nem ninguém para habitar o memorial de desafetos que construíra em sua homenagem com todas as fibras do meu ressentimento. Afinal, e tal como suspeitara, eu gostava tanto dela e agora era tarde demais para colher uma gota que fosse do amor que lhe tinha. Um abraço sincero, um beijo de alma naquelas mãos quando ainda estavam quentes, teria bastado.»

 http://boasnoticias.clix.pt/noticias_Tempo-dos-Milagres-O-Jardim-dos-desafectos_14679.html
Enviar um comentário