sexta-feira, fevereiro 08, 2013

Uma bela síntese de «Imperatriz Isabel de Portugal»

Acabo de ler, num blogue mais ou menos vizinho, uma bela síntese do meu último livro, com referências que só a biografia que escrevi disponibilizou «em bloco», digamos assim, e em linguagem acessível a todos, sem deixar de ser um livro académico.
Fiquei, naturalmente, contente. Gosto muito que esta ilustre «desconhecida» do grande público seja por este cada vez mais conhecida. O que achei menos correcto, mas não acredito que fosse por mal, foi o seu autor não referir a obra onde se baseou. Todos nós, todos nós repito, nos apoiamos uns nos outros quando acumulamos conhecimento ou quando o procaramos. Quando este não é do domínio geral, público portanto, só nos enobreve referirmos as fontes onde nos apoiámos. E uma vez que o autor do blogue em questão se diz interessado em História, deve seguramente saber que esta prática é um dos seus pilares.
Perdoem-me repeti-lo: Imperatriz Isabel de Portugal é em português, a primeira biografia da nossa infanta que foi rainha de Castela. E mesmo em espanhol as obras mais genéricas que ilustram a sua vida são muito poucas. Que eu conheça, houve uma biografia recente, e que refiro no livro, mas que deixa de fora muitos dos aspectos que iluminei. De resto, há ensaios, monografias, e muito, e bom!, trabalho académico em torno desta mulher exemplar. Mas, repito, contar a sua vida, como eu o fiz, cruzando tantas e tantas fontes e referências, não tinha sido feito ainda.





Enviar um comentário