quinta-feira, abril 16, 2009

Diário de escritor a vender o seu peixinho: o livro do Mário Contumélias

Lisboa, 16 de Abril de 09: Livraria Fnac, Vasco da Gama
Hoje vou vender o peixinho dos outros. Quer dizer, vou apresentar o novo romance do Mário Contumélias, A Explicação do Sol, da Fronteira do Caos, que a partir de agora já está nas livrarias. Belo texto, muito poético, de um escritor que já vai no seu 23 livro, e que tem andado por áreas tão diversas como o romance infanto/juvenil, a poesia, outros romances, um livro de entrevistas e uma brochura evocativa do 25 de Abril.
O curioso, aqui, é que eu conheço o Mário há muitos anos, desde a fundação – na mítica cave – do jornal Correio da Manhã. Ambos jornalistas, mas ele, por então, já a chefiar a redacção. Assim, dei por mim agora, ao longo do seu novo livro, a reencontrar pessoas nas páginas de A Explicação do Sol, mulheres, sobretudo, mas também um amigo comum de vida brevíssima. O Zé Luis. Em todo o caso, reencontros como o de hoje, graças ao Face Book, registe-se, são muito reconfortantes. Na vida nómada que levamos, eu pelo menos, são sinais de luzes que nao se apagaram. Imagino que mais amigos dos velhos tempos irão aparecer. E nesse sentido, estas reuniões esporádicas têm o sabor de encontros de família. Bons encontros.
Quanto ao meu próprio peixinho: a entrevista à Máxima, que vai sair na próxima edição da revista, dia 8 ou 9 de Maio, fechou um ciclo nesta biografia da Maria Adelaide. Por acaso – não, não foi nada por acaso!! – a Laura Torres é que me pôs em contacto com os actuais donos do palácio onde Maria Adelaide viveu uma parte da vida com o marido, Alfredo da Cunha, e o filho, José. Foi dali que ela fugiu em 13 de Novembro de 1918. E um belo dia, no início de 2007, a Laura convida-me para fazer uma reportagem no mesmo cenário: «é mais do que uma reportagem! Aquela história dá um livroum prazer ainda maior ter a própria directora da Máxima, a Laura, a entrevistar-me ali, onde tudo começou, numa conversa a que depois a Clara Ferraz se juntou. As fotografias foram a seguir. Vesti e despi os lindíssimos vestidos que escolhemos, para a produção, na BCBG MAXAZRIA, e divertimo-nos muito, todos, ao longo da sessão.
Enviar um comentário