terça-feira, março 01, 2011

O André vai a Santa Comba Dão

e a Satão. Aí, duas escolas esperam-no. Sobretudo para falar da sua última aventura, André e o Segredo dos Labirintos.
Falar para adolescentes é sempre um enorme desafio. Há perguntas que me deixam sem resposta. Não tenho vergonha nenhuma de admitir. Uma vez perguntaram-me se determinado passo numa aventura era um sonho ou uma realidade. Respondi honestamente:
- Não sei.
Ainda hoje me cruzo nas ruas aqui do bairro até ao Chiado com rapazes e raparigas que assistiram ao lançamento desta última aventura, no liceu Passos Manuel. Alguns vêm falar comigo. Reconhecem-me mais pelo cão, porque é para o Timóteo que toda a gente olha. Eu sou uma espécie de extensão que ele leva na ponta da sua trela. Acho que podia andar de rolos na cabeça que ninguém dava por isso. Mas, e numa escola, a mensagem que o Timóteo leva reforça ainda mais uma das mensagens da colecção. O André adora animais. Respeita-os profundamente. Envolve-se em lutas para os defender, mesmo quando são rafeiros e abandonados. Sobretudo quando são rafeiros e abandonados e toda a gente os trata mal.
Ora o Timóteo tem a sua história de abandono para contar. Com o final feliz que todos conhecemos. Ganhou uma família muito alargada. E nós ganhamos tudo com ele.
Enviar um comentário