quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Eu te amo!!!

Jamais me arrependo de dizer eu te amo, mas pesam-me as vezes em que poderia tê-lo dito mais, ou com mais ênfase é só o descobri quando era muito tarde . Ontem, uma amiga muito próxima que está muito longe, enviou-me uma mensagem neste sentido. Aqueceu-me do frio da alma, um dia depois da despedida de alguém tão novo, que mal conheci, mas que era muito querido a pessoas de quem gosto muito.

Por amor, comungámos essa tristeza.

E é assim que nos vêm à memória coisas que calámos, por medo, por hábito, por timidez, por distração? Por mil e um motivos que sejam, serão sempre menores quando chega a altura de querer escancarar o coração e as janelas e rebentar com todas as portas e todos os muros para gritar

Eu te amo!!!

e já não sabemos se, esteja ele onde estiver, o nosso amor nos está a ouvir.

PS: telefonem, escrevam, cantem à pessoa, às pessoas todas que vos merecem afecto, estas três palavras mágicas de que o mundo tão desesperadamente precisa. Não importa se estão perto, longe, nem qual o laço de afecto que vos une. Basta essa centelha mágica que identificamos como sintonia para mudar o painel da nossa vida de um cinzento baço ou de um beje palerma, para uma euforia de cores e formas de desenho de criança feliz.
Enviar um comentário