quarta-feira, outubro 14, 2015

Onda sagrada me leva. Vamos?

Que Causas me movem? Que Causas nos podem unir? Penso nisso, dia e noite - sim, os sonhos ajudam-nos a encontrar caminhos se lhes pedirmos com bons modos - enquanto mergulho na cacofonia de notícias incompletas, desinformadas, conformadas ou rebeldes. 

Procuro o centro. O silêncio no meio do ruído. Procuro o norte solar, para lá do cabo do medo. Este medo que nos aprisiona há tanto tempo que já nem nos recordamos do seu nome. E, de tão habituados, já quase nem sentimos a mordida do seu látego. Acordo e sei que somos muitos. Somos mais, muitos mais do que os outros. E, no íntimo, sabemos para onde queremos ir. Só precisamos que nos recordem. 

Só precisamos que nos acordem.
Os caminhos do mar não têm segredos para o povo de marinheiros que somos. É por aí que podemos rasgar novas estradas e recriar mapas que não vêm nos mapas. Os mapas das estrelas. Os mapas do coração. 


Vamos?


Onda sagrada me leva
[créditos imagem: Deep sea creatures]


Mariza & Tito Paris 2008 Terra #7 Beijo da Saudade
Enviar um comentário